quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Diario de Bordo: Volta pra casa

Parte depressiva da viagem... pois é, estou nela! É o fim do voo, já dei "Tchau" para Nova York, segundo o marcador de tempo de viagem, a oito horas e quarenta e cinco minutos, já devo estar sobrevoando o estado de SP, quase pousando em guarulhos, pra de lá pegar meu ultimo avião até o aeroporto no meu estado pra dai dirigir por mais três horas de carro até a minha cidade... é, não é fácil, mas na ida não parecia assim tão difícil  na realidade tava parecendo até bem fácil, deve ser porque o destino compensava, mas agora... ele não compensa, passar por tudo isso pra chegar a esse atual destino não é uma meta muito animadora e ansiosa para ser comprida, mas fazer o que? Tem que fazer.
Nesse voo, como eu já conhecia a TV, não fiquei tão ansiosa pra mexer em tudo, ver tudo e acabar não vendo nada (como foi na ida!), dessa vez eu fiz uma playlist com os CDs que tinham lá, ouvi toda ela, vi alguns videoclipes e vi três filmes: Pitch Perfect, Os prazeres de ser invisível, e A Branca de Neve e o Caçador. O primeiro, Pitch Perfect, eu só vi porque antes eu ouvi a soundtrack dele, então me animei (uhul! kkk).
O Jantar foi horrivel, as opções eram macarrão ou salada de frango... eu deveria ter escolhido a salada de frango, mas como eu tava horrível, podre de gripe e um pouco enjoada eu resolvi ficar com o macarrão que eu conhecia e comia o tempo todo, e isso teria sido bom, se o macarrão não tivesse sido misturado com um molho de tomate barato com louro, alecrim, nós-moscada e um frasco inteiro de pimenta. Bem, pelo menos o café da manhã foi... bom... é, bom, bonzinho! kkkk
- Beijos, Kah.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Diario de Bordo: Ultimo dia

Nesse ultimo dia, eu vou confessar, to podre de gripe! Eu pensei que só ia levantar me arrumar para a viagem e ficar em casa até chegar a hora de ir para o aeroporto, mas não... foi a hora de trocar os presentes de natal que não deram certo! E como era isso eu, minha mãe e minha cunhada fomos ao um shopping para trocas uma blusa que ela tinha ganho da Macy's... eu já tinha estado em outra Macy's, então nada sobrenatural pra mim, mas ai a minha cunhada tinha uma roupa pra trocara também só que na Forever XXI, e quando entramos lá... Meu Deus! Foi amor a primeira vista pra mim... Amei a loja, mas como o tempo tava curto só pude comprar 2 vestidos.Mas a Forever 21 que eu fui não era essa ai da foto, não... Essa fica na Times Esquare.
O resto desse dia foi lacrar as mala, pesar pra ver se não tinha passado do limite e ir para o Aeroporto fazer o check in para embarcar.
Apesar da ida a loja, essa é a parte mais triste da viagem... a volta pra casa e a decepção que teria que enfrentar agora quando chegar na minha cidade, porque não vai ter como não comparar com NY.

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Diario de Bordo: Natal

Oi, pessoal... Pensaram que só porque eu estou viajando ia esquecer de desejar Feliz Natal pra vocês? Não, nada disso... Feliza Natal a todos, e tenham uma ÓTIMA ceia!
Aqui, meu irmão acendeu a lareira e adivinhem? Começou a nevar lá fora agora mesmo, em 10 minutos de neve já estava assim o gramado, daqui a meia hora vai estar tudo branco!
Isso sim é sorte... White Christmas, o sonho de todo americano acontece bem quando eu to aqui!
- Beijos & Feliz Natal. Kah.

domingo, 16 de dezembro de 2012

Diario de Bordo: Primeiros Dias

Eu realmente pensei que seria bem mais difícil me acostumar com os costumes daqui, as casas, as comidas, as embalagens, o clima, a cama , a estrada, os carros, a paisagem... Mas parece que me enganei feio, e feio mesmo, porque eu já estou acostumada: Quando saio já espero o frio, e quando entro em algum lugar já espero o calor.. Na realidade, eu nem sinto mais o frio! (Já comentei que moro na região mais fria do Brasil, onde no inverno chega a -5ºC?).
Mas algo que eu tenho que dizer é em relação a comida. A primeira refeição que eu fiz aqui na casa do meu irmão, não sei nem como dizer, eu me assustei... porque a comida, o café, o copo, o prato, o Leite e o Suco são aqueles que a gente vê nos filmes... Na realidade, eu estou me sentindo dentro de um filme.
E eu já me acostumei nesse filme e já não acho ele diferente do meu lar. Deve ser porque como dizem "é fácil se acostumar a riqueza".
- Beijos, Kah.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Diario de Bordo: Chegada

Acho que esse é o momento mais feliz da viagem, quando eles falam "Desliguem todos os seus aparelhos eletrônicos  voltem sua poltronas para o modo vertical e coloquem os seus cintos que estaremos pousando no Aeroporto JFK de Nova Iorque em estantes". Ao ouvir isso você cria uma expectativa enorme dentro de você... e ai você olha pela janela e começa a enxergar lá no finzinho do mar alguns prédios e você vai chegado perto, de repente você esta em cima deles e tem uma pista enorme te esperando, ai você pousa e vê o que deveria ser chamado se turbulência porque, Meu Deus! Como aquilo balança quando encosta no chão! O avião para e você escuta eles falarem "Aguardem sentados até o aviso para manter-se afivelado seja desligado. Neste momento jã estamos em solo americano aguardando o taxiamento da aeronave. A todos que vieram para o show da Lady Gaga, informo-lhes que ela deverá pousar neste aeroporto em estantes e sejam bem-vindos a Nova Iorque".
Pera ai? Lady Gaga, ok... eu realmente estava chegando em Nova Iorque! Mas não para por ai, não.. Após passarmos pela imigração, e ficarmos esperando o meu irmão por uma hora naquele aeroporto (foi mesmo uma hora, ele errou o terminal e teve que caminhar por quinze minutos no inverno nova iorquino só de camisa pra chegar no nosso terminal) e na saída passa por mim ninguém mais, ninguém menos que Kristen Stewart, indo pegar o seu voo para Los Angeles!
Na ida para a casa dele, pegamos uma pequena Limousine (chique, não?), e apesar de eu estar morrendo de sono eu consegui manter os olhos abertos e ir observando tudo até a casa dele. Chegando lá, vi que realmente era verdade e apesar do frio de 1,5ºC lá fora, dentro de casa tava 21ºC.
Agora acho melhor eu ir dormir já que estou totalmente acabada.
-Beijos, Kah 

Diário de Bordo: Voo

Voo está sendo totalmente tranquilo, as vezes nos mandavam colocar o cinto que teria turbulência (falaram isso enquanto passávamos pela Amazonia, e Triangulo das Bermudas), mas não senti nada... não teve nada!
Eu amei essas TVzinhas, e o Jantar ontem nem foi foi tão ruim... Brincadeira ela era horrível! Depois eu tomei uma aguá  e agora eles serviram o Café da Manhã... não é tão ruim, mas também não é tão bom. Mas uma coisa ruim mesmo é o café... Na realidade não era Café, era a agua que lavaram o café com leite e açúcar!
Agora já estão mandando desligar os aparelhos eletrônicos... Parece que irei entrar em solo americano.
- Beijos, Kah.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Diário de Bordo: Antes da viagem

Antes de viajar... se preparando pra sair... Acho que essa é a parte mais agitada da viagem. Fazer a Mala, essa é a mais polemica, "vou levar essa blusa, não eu vou levar essa...mas eu não posso usar essa sem essa"... isso é um problema principalmente quando se sabe que na sua mala você não vai ter que levar só coisas suas, como também os sapatos da sua mãe e os presentes do pessoal que tá lá.
Em relação ao espaço eu dei um jeitinho, levei tudo que queria e ainda mais no espaço minimo da mala... pois é, devo ser uma magica em arrumação de malas. Descobri o meu talento, organizar malas, agora toda vez que vocês forem viajar é só me contratar que eu faço um milagre na sua mala.
Uma coisa que se nota nessas horas é que não importa o quanto você tenha feito pra não ficar tudo pra ultima hora, na ultima hora você vai conferir e refazer tudo.
Beijos, Kah.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

To indo Viajar...

Como eu já disse antes, eu vou viajar... e também já deve ter dado pra notar pela foto que é Nova York. E a minha viagem vai ser amanhã!
Enquanto tiver lá eu vou tentar fazer um "Diário de Bordo", falando sobre cada dia e postando aqui no blog.
Agora tenho que ir arrumar as minhas malas e o resto das coisas,e então licença e me desejem sorte.
- Kah

domingo, 11 de novembro de 2012

Entre Aspas: As Coisas Mudaram

Céus, como você mudou. Teus olhos possuem brilho, teus cabelos clarearam, tuas bochechas coraram, e tenho a impressão de que tu cresceste uns cinco centímetros. Está mais forte; mais vivido. E não digo só fisicamente. Você amadureceu. Já não está o mesmo garoto brincalhão pelo qual me apaixonei – notei que tu não és mais o mesmo no primeiro olhar. Tão profundo e revelador. Desde quando o teu orgulho fajuto te permitiria cumprimentar-me depois de tudo? De qualquer forma, um aperto de mão nunca me machucou tanto. Tua pele congelou-me por inteira. O que houve para te fazer esquecer tudo tão fácil assim? Sei muito bem de tuas aventuras amorosas – minhas amigas não me pouparam de tamanha decepção. Sei que a garota que anda segurando tua mão pelas ruas te faz feliz, meu bem. E, diabos, isso me dói. Por que tu tens que estar tão bem assim? Tire esse sorriso estúpido do rosto, por favor. Não finja que nada nos marcou; que eu não te fiz mal, que não te fiz chorar (não que saber disso me faça bem). Não me trate como qualquer uma. Sei que por dentro algo anda te destruindo, não importando o quão feliz tu estejas agora. Reencontrar-me te traz lembranças, e só Deus sabe como essas mesmas me derrubam agora. Seja feliz para longe de mim. Encarecidamente, te imploro. Não aguento ver teu sorriso e saber que não sou mais o motivo dos mesmos. Destrói-me ter conhecimento de que estivemos tão perto de tudo e tu se contentou com o nada. Então vamos virar pó. Vai, voe guri. Suma de perto de mim e leve essa teu bem-estar passageiro para longe de mim. Não quero ter conhecimento de que tu estás bem e resolvido. Eu ainda quero me iludir que tu pensas em mim antes de dormir e que meu cheiro ainda está incrustado nos teus lençóis.
Esse texto foi escrito pela dona, e está no Tumblr icanbeyourcocaine.
- Kah

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

O que estou fazendo...

Resolvi fazer esse post pra explicar pra pra vocês o que ando fazendo. Não sei se ele se tornará semanal, mensal ou farei só quando me der vontade. Confira a seguir o que fiz ou venho planejando.
  • Terminei de ler Fifity Shades of Grey (pulando todas as partes... as partes)
  • Pensei em criar uma opção TV aqui no Blog 
  • Li Rapture (Extase - Fallen 4) 
  • Lembrei que não fiz a resenha de Belo Desastre quando li 
  • Comecei a ler Cinquenta Tons Mais Escuros (no mesmo estilo que li o primeiro)
  • "Estudei" para as minhas provas semanais
  • Fiz as minha provas  semanais
  •  Perdi a cabeça com a minha "amiga" [estou em duvida no momento] invejosa (desconfiança praticamente 100% confirmada) e imitona
  •  Vi Abraham Lincoln - O Caçador de Vampiros
  • Vou ver TVD, A Bela e a Fera e American Horror Story
  •  Vou  (talvez) começar a ver Arrow

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Top 5: Músicas para Acordar

Toda manhã você que é estudante igual a mim tem que acordar cedo e isso é um sacrifício imenso, principalmente se a música do seu despertador, que eu tenho quase certeza que é o seu celular, for mais chata que uma aula da matemática  (ok, também não vamos exagerar), for mais chata que uma aula de Português... Ai sim você só clica no "parar", vira pro lado e dorme. Já se a música que você colocar for animada e principalmente for uma daquelas que te dá vontade de acompanhar o ritmo dançando, você vai conseguir acordar (experiencia própria). Pra você que concorda comigo, quer testar minha teoria, ou até mesmo descorda e quer jogar na minha cara depois que dá errado, abaixo tem uma lista com cinco músicas para você colocar no seu despertador.

  1. So What - Pink (Escute)
  2. Gangnam Style - Psy (Escute)
  3. We Are Never Ever Geting Back Together - Taylor Swift (Escute)
  4. Where Have You Been - Rihanna (Escute)
  5. Feel So Close - Calvin Haris [Benny Benassi Remix] (Escute)
Se você gostar muito de uma dessas músicas não coloque ela como despertador, se não você ou pode dormir mais fácil ou enjoar da música e nunca mais nem querer ouvir.
Beijos; Kah.

domingo, 4 de novembro de 2012

Finale: Carta de Patch para Nora


“Meu anjo.
Minha maior esperança é de que você nunca tenha de ler isso. Vee sabe quando entregar essa carta. Se minhas penas estiverem queimadas e eu estiver acorrentado no Inferno, ou se Blakely desenvolver um protótipo de demônio forte o bastante para me matar. Quando a guerra entre nossas raças começar, Eu não sei o que acontecerá em nosso futuro. Quando penso sobre você, sobre nossos planos, sinto uma dor desesperadora. Nunca quis que as coisas ficassem certas mais do que quero agora.
Antes que eu saia desse mundo, preciso ter certeza de que você saiba que todo meu amor pertence a você. Você é a mesma para mim agora assim como era antes de jurar o Voto de Passagem. Você é minha. Sempre. Eu amo a força, a coragem e a suavidade de seu espírito. Eu amo seu corpo também. Como pode alguém tão sexy e perfeita ser minha? Como você eu tenho um propósito-alguém para amar, acalentar e proteger.
Existem segredos do meu passado que pesam na sua mente. Você acreditou em mim o bastante para não perguntar sobre eles, e foi a sua confiança que me fez um homem melhor.Eu não quero deixar-te com algo escondido entre nós. Eu lhe disse, fui banido do céu por me apaixonar por uma garota humana. Do modo que expliquei isso, arrisquei tudo para estar com ela.
Eu disse essas palavras pois elas simplificavam minha motivação. Mas elas não eram verdadeiras. A verdade é que eu fiquei desencantado com as metas incertas dos arcanjos e decidi me virar contra eles e suas regras. Aquela garota era uma desculpa para deixar um velho modo de vida e aceitar uma nova jornada que iria, eventualmente, me levar a você.
Eu acredito em destino. Anjo. Eu acredito que todas as escolhas que fiz me trouxeram para mais perto de você. Eu procurei por você por um longo tempo. Posso ter caido do céu, mas cai por você.
Eu vou fazer de tudo para ter certeza que ganhará essa guerra. Você vai cumprir seu voto para a Mão Negra e ficará salva. Essa é minha prioridade, mesmo se custar minha vida. Acho que ao ler isso ficará zangada. Pode ser difícil de me esquecer. Eu prometi que nós estaríamos juntos até o fim disso, e você pode ressentir-se de mim por quebrar esse voto. Eu quero que saiba que fiz de tudo o possível para manter minha palavra. Enquanto escrevo isso, vou além de qualquer possibilidade de nos vermos juntos depois disso. Eu espero encontrar um caminho. Mas se a escolha que tenho de fazer chegar entre mim e você, escolho você. Sempre.

Com todo meu amor,
Patch”
Essa é a carta que Patch escreveu para Nora em Finale, terceiro volume da série Sussuro de Becca Fitzpatrick. Finale já foi lançado em 23 de Outubro nos EUA e ainda não tem previsão de lançamento no Brasil.
Beijos; Kah.

Na Tela: Algumas séries e seus novos episodios

Como vocês devem saber, hoje em dia muitas pessoas acompanham séries americanas online, e como eu sou uma dessas pessoas, resolvi falar um pouco sobre o que tem acontecidos nos novos episódios das que eu assisto.

  • The Vampire Diaries
Após o final da terceira temporada, onde graças a um acidente de carro provocado por Rebeka, Elena acabou se tornando uma vampira e por causa de um feitiço feito por Bonnie para evitar a morte de todos os vampiros que ela conhece, Klaus trocou de corpo com Tyler. Eu criei muita expectativa em cima da parte do Klaus no corpo do Tyler, já que ele gosta da Caroline que é namorada do Tyler, então eu achei que ele ia ficar ali, aproveitar a Caroline e também fazer ela e o Tyler terminarem, mas não, a Juliet me decepcionou feio fazendo o Klaus ir embora do corpo do Tyler já no primeiro episodio, detalhe: O Klaus nem se aproveitar se aproveito da Caroline que tava ali cheia de amor pra dá! A partir do segundo episodio vimos um caçador de vampiros chegar a cidade, e ele não esta pra brincadeira já que no primeiro episodio que apareceu já atirou no Tyler umas 20 vezes. No terceiro episodio, Damon vai convidar Tyler para ir com ele matar o caçador, mas Tyler esta preso dentro de casa sendo guardado pelos híbridos de Klaus já que Klaus quer manter todos a sua especie em extinção viva, e por esse motivo é Klaus que vai junto com Damon e na hora de explodir o caçador descobre que ele é um Dos  Cinco e acaba salvando ele. No quarto episodio, e ultimo que saiu, descobrimos que esses Cinco de quem Klaus fala, são cinco caçadores que antigamente foram criados por uma bruxa para exterminar todos vampiros e que em seu corpo tem uma tatuagem que serve de mapa para A Cura do Vampirismo.

  • Beauty and The Beast
Essa série começou esse ano e é um Remake da série antiga de mesmo nome. No primeiro episodio foi nos mostrado no inicio a mãe de Cat (a mocinha) sendo morta na frente da filha no estacionamento da lanchonete onde ela trabalhava, e os mesmos caras, assim que acabaram de matar sua mãe vão atras dela, e claro ela sai correndo pela floresta (já notou que em toda série tem floresta em todo lugar nos EUA?) e aparece Vicent (mocinho) transformado em uma fera e mata aqueles caras. Dez anos depois, ela trabalha para o FBI e em um caso acaba encontrado Vicente, que explica a ela que foi resultado de um projeto para transformas soldados normais em super-soldados (Basicamente Capitão America, mas sem ser o Chris Evans) e da certo, só que o único problema é que quando ele se irrita perde o controle e vira uma Fera, um Monstro (Tipo, Hulk só que menos verde) e que foi ele que a salvou a dez anos atras e desde então vem a observando (Awn *-*). E eles vão ficando mais próximos, até que nos episodio quatro, ultimo que saiu, a Murphield (acho que é assim que escreve) descobre que ele e Cat são próximos, e pegam ela com a esperança de ela o entregar, mas não entrega e eles a soltam e dão um cartão para ela ligar caso mudasse de ideia, sabendo disso e temendo que façam algo com ela para achar ele, Vicent se entrega e na hora de ir com eles, Cat aparece e acaba junto com Vicent transformado matando todo mundo que sabia da ligação dela com Vicent. Ok, você vê esse episodio, vê a promo do próximo e pensa "Eles finalmente vão se beijar", mas perca suas esperanças porque quem ela vai beijar no próximo é o Evan e o Vicent vai ficar todo mordido de ciúmes e talvez ele se beijem no 6º episodio ou no 7... mas de certeza, do 9 esse beijo não passa (mas deve acontecer antes).

  • Pretty Little Liars
No especial de Halloween que saiu por ultimo, vimos Adam Lambert cantando sua musica Cokoo no Trem Fantasma, vimos Aria sendo sequestrada e quase morta por um  homem e uma mulher que ainda não sabemos quem é, só que Aria furou a mão de um deles e veremos quem é no próximo episodio; Vimos Spencer ser seguida por um cara fantasiado com uma mascara de Bebe que quando finalmente a pegou revelou ser Garrent que falou pra ela o que viu na noite que Alisson foi morte, e Spencer saiu atras de Aria para Garrent contar a ela o que ele a contou, mas como não achou a procurou por todo trem até um membro do time -A a seguir e começar a bater nela, que conseguiu se livrar graças a ajuda de Page; Hannah estava com seu namorado na festa, só que Caleb estava disfarçado e em uma hora quando o suposto  estava beijando seu pescoço, ela vê o outro Caleb bebendo ponche, na mesma hora se vira e puxa a mascara e quem está por trás é uma mascara de Alison, que no fim do episodio é revelado ser de Mona; Na casa da Mãe de Hannah vimos uma garotinha estranha, com o cabelo parecido com o Alison, branca e fria (eu realmente pensei ser a Curtney, a irmã de Alison dos livros... só que um fantasma), e a Atriz era a mesma que fez as irmãs que uma matou a outra na historia de Alison no episodio de Halloween do Ano passado, coincidência.... não em PLL. No fim do episodio também vemos o corpo de Alison sendo achado de uma maneira um pouco nojenta pra quem estava bebendo no Trem Fantasma e também vemos uma mãe saindo da terra, e fim.

  • American Horror Story
Não tenho muito o que falar dessa série, já que ela tem muitas estorias e essa série não tem graça contar e sim dizer... Ela é Foda, Assistam!
Beijos; Kah.

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Entre Aspas: Romeu & Julieta

Sabem porque Romeu e Julieta são ícones do amor, são falados e lembrados, atravessaram os séculos incólumes no tempo, se instalando no mundo de hoje como casal modelo de amor eterno? Porque morreram e não tiveram tempo de passar pelas adversidades que os relacionamentos estão sujeitos pela vida afora. Senão provavelmente Romeu estaria hoje com a Manoela e Julieta com o Ricardão. Romeu nunca traiu a Julieta numa balada com uma loira linda motivado pelo impulso do álcool. Julieta nunca ficou 5 h seguidas esperando o Romeu… ligando incessantemente para o celular dele que estava desligado. Romeu não disse para Julieta que a amava, que ela era especial e depois sumiu por semanas. Julieta não teve a oportunidade de mostrar para ele o quanto ficava insuportável na TPM. Romeu não saia sexta-feira a noite para jogar futebol com os amigos e só voltava as 6 h da manhã bêbado. Julieta não teve filhos, engordou nem ficou histérica com muita coisa para fazer. Romeu não disse para Julieta que precisava de um tempo, querendo na verdade curtir a vida e que ainda era muito novo para se envolver definitivamente com alguém. Julieta não tinha um ex-namorado em quem ela sempre pensava ficando por horas distante, deixando Romeu com a pulga atrás da orelha. Romeu nunca deixou de mandar flores para Julieta no Dia dos Namorados alegando estar sem dinheiro. Julieta nunca tomou um porre fenomenal e num momento de descontrole bateu na cara do Romeu no meio de um bar lotado. Julieta nunca teve uma crise de ciúme achando que Romeu estava dando mole para uma amiga dela. Romeu não tinha uma ex-mulher que infernizava a vida da Julieta. Julieta nunca disse que estava com dor de cabeça e virou para o lado e dormiu. Romeu nunca chegou para buscar a Julieta com uma camisa xadrez horrível. Por essas e por outras que eles morreram se amando…
O autor desse texto é desconhecido, mas ele foi retirado do Tumblr Songb1rds.
Beijos; Kah.

Frase do Dia

Frase do dia 11 de Outubro de 2012
E mesmo sabendo que aqueles dias não voltam mais, a saudade insiste em permanecer nos meus pensamentos.

Receita: Bolo do Capitão América

Esses dias eu e minha amiga estávamos de bobeira no You Tube olhando sei lá o que e nós achamos esse video que ensina fazer o bolo do Capitão América. Achamos super legal o bolo e ficamos com água na boca, e enquanto víamos o vídeo, eu fiquei pensando em vocês aqui no Blog e que eu queria compartilhar essa receita com vocês, mas o vídeo é em Inglês, eles falam um monte de coisas além da receita, os instrumentos tem nomes diferentes e isso tudo dificulta muito para as pessoas aprenderem. Então, como eu sou muito legal - mentira cof cof - eu resolvi colocar os pontos principais de como fazer o bolo aqui em baixo e em Português para facilitar o entendimento do vídeo para vocês.
Material:
1 Pacote de mistura de bolo pronto
1 Nivelador de bolo
1 Faca
1 Espatula
1 Corante azul
1 Corante Vermelho
2 Colherinhas de Plástico
1 Rolo de Massa
1 Fue
2 Formas do mesmo tamanho
1 Bacia
2 pratos fundos de plásticos pequenos
1 Medida
4 ovos
250 ml de óleo
Pasta Americana (aprenda a fazer aqui)
Modo de Preparo:
Coloque a mistura pra bolo em uma bacia junto com um copo de água um dedo de água e 250 ml de óleo, depois quebre os 4 ovos e coloque somente a clara de cada ovo junto com a mistura. Bata tudo com um Fue em sentido horário por dois minutos, depois despeje a mistura dividindo-a em quantidades iguais entre os dois pratos. Misture uma colher de chá de corante azul em um dos pratos, e uma colher de chá de corante vermelho no outro prato, mecha até ficar totalmente espalhado. Engraxe as duas formas e coloque uma mistura em cada uma das formas (a azul em uma, e a vermelha em outra), depois que finalmente conseguir tirar tudo do prato e passar para a forma espalhe bem na forma e leve ao forno por 30 minutos, quando tirar certifique-se de os bolos estarem bem assados. Faça um outro bolo, só que sem corante, ou seja, branco. Depois de tira-los do forno corte o vermelho e o branco em forma horizontal em três partes iguais usando o nivelador, reserve o azul.
Montando o Bolo: Pegue uma parte do bolo vermelho, passe aquele treco gelado que ela fala - eu realmente acho que aquilo é sorvete de nata - , coloque uma do bolo branco em cima do treco gelado, passe uma nova camada do gelado e coloque outra parte vermelha em cima, passe outra camada do gelado e reserve. Agora pegue um pedaço branco passe o gelado, coloque um pedaço vermelho passe gelado e coloque outro branco em cima. Pegue uma tampa de margarina redonda e corte ao redor, depois retire a parte externa e pegue o meio e coloque em cima das camadas que tem o gelado. Agora pegue o azul, coloque a tampa de margarina no meio corte ao redor e retire cuidadosamente a roda externa sem rasgar e nem quebrar e encaixe ao redor do meio e passe o gelado em volta de tudo. Estique a pasta americana e depois com muito cuidado jogue-a em cima do bolo e a molde com o formato dele, novamente com cuidado para não amassar e deixa-la bem lisinha. Depois tinja uma tira da Pasta com azul e coloque em volta do bolo, depois cole estrelinhas brancas também da pasta na tira, e o resto mostra no vídeo e dá para entender mesmo sem saber inglês. Só uma dica: tudo o que é mostrado no resto do vídeo é com a Pasta Americana.
Beijos; Kah.

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Blogagem Coletiva: Vida virtual

Na internet nos é permitida uma vida a parte, onde você pode ser o que quiser, fazer o que quiser sem julgamentos e passado. E caso algo aconteça é só você mudar seu Nick e pronto, um novo recomeço, todas as escolhas para serem tomadas de novo. Esse é o mundo virtual, com suas redes sociais e tudo mais, onde grande parte dos adolescentes vivem hoje em dia, e alguns acabam até abrindo totalmente a mão de uma vida social para viver só nessa fantasia virtual.
Você, seja eles adolescente, maior de 18 anos ou até mesmo criança, têm abrido mão de viver a vida para ficar horas e horas na frente do computador atualizando status de Twitter, de Facebook como se aquilo fosse as experiencias que você adquirisse na vida. Fica fazendo amigos e namorados virtuais como se fosse na vida real "Mas eles são de verdade!" Ok... mas só até um certo ponto, porque você não pode chorar no ombro de algum amigo virtual, não pode beijar um namorado virtual, afinal como você vai namorar uma pessoa que você nunca viu na vida? Como você vai amar essa pessoa? "Do mesmo jeito que sua mãe amou você nove meses antes de você nascer" Primeiro, tem uma grande diferença ai, a sua mãe te sentia dentro dela, você era um pedaço dela, e amor de mãe, é um amor que não dá nem para se comparar com qualquer brincadeirinha de criança -sim, é isso que eu considero namoro virtual-, sem comentar que a sua mãe sabia o que você tava sabendo e que você existia. Sim, agora fomos para uma discussão que diz que muitas vezes esses namorados te fazem de trouxa ou não existem - não, isso aqui não é um daqueles discursos chatos dos nossos pais sobre pedófilos na internet. Seu namorado virtual pode muito bem ser um fake que só quer rir da sua cara, ou realmente ser uma pessoa que quer fazer algo pior com você! E essas pessoas só vão se aproximar de você porque você se expôs de mais na internet, fazendo tudo como se estivesse no seu colégio e você fosse a popular que você critica, fala mal, mas na verdade queria era ser igual a ela.
Você se joga de cabeça no mundo virtual porque na verdade tem inveja de, digamos, a garota mais popular do colégio, aquela que você fala mal o tempo todo porque na verdade é dor-de-cotovelo já que fez de tudo para conseguir pelo menos ganhar a atenção dela, e ela se quer olhou na sua cara e continuou rindo e até falando mal de você, então sua outro estrategia foi tentar ser igual falando mal dela para todo mundo, mas não deu certo você ainda não virou o que queria, então se jogou na internet e no mundo que ela poderia lhe oferecer tentando pelo menos nela ser popular do jeito que você quis, mas ai você resolve sair daquelas redes sociais onde só tem o pessoal do colégio, da cidade, e aqueles amigos virtuais que você acha que tem, e vai pra uma rede social onde você realmente vá conhecer pessoas novas como o Tumblr e vê que lá também tem a sua hierarquia.
Em redes sociais que realmente se parecem com o mundo real, como o Tumblr, nós também temos os populares, os invisíveis, os que sofrem Bullying, e toda aquela estrutura do colégio, só que na internet... e então você comete todos os seus erros novamente tetando ser popular lá, tentando fica famoso e que ali não tem como você fugir porque você se expôs muito, todas as pessoas que você conheceu, criticou e invejou sabem todas as formas de te encontrar virtualmente e a unica forma de fugir seria excluindo qualquer forma de contato, morrendo virtualmente. Quando a situação chega a esse ponto, é ai que você nota que ligou de mais pra que os outros iriam pensar de você, ligou de mais sobre que posição as pessoas dariam a você e esqueceu o que realmente te importava lá no inicio, até mesmo quando você era criança, que o que te importava era ser feliz, era sorrir e gostar do que você era e fazia, então você cria um mundo só para você, um blog, onde você vai poder ser quem quiser, falar o que quiser, ser você, e também ser a única pessoa a se meter na sua vida e te julgar. Os outros vão continuar falando, mas você não vai querer saber porque agora você tem o seu mundo, porque agora você achou o seu lugar.
Se isso é uma auto-biografia? Pode ser, como também pode não ser... Quem vai saber?
Esse texto faz parte da Blogagem Coletiva promovida no Depois dos Quinze.

domingo, 30 de setembro de 2012

Entre Aspas: Memorias de um Moribundo


Um fim de tarde como qualquer outro, o sol se pondo e a lua surgindo. Cabelos molhados, não fazia nem 5 minutos que ele tinha saído do banho. Pensamentos altos, respiração ofegante, olhos inchados depois te tantas lágrimas derramadas, ele caminha até a varanda de seu quarto. Latidos de cachorro, gritos de crianças que estavam brincando na rua eram os únicos barulhos que se ouvia, já que de sua casa só se ouvia o barulho da geladeira, que estava refrigerando. Decide escrever uma carta, talvez sua última carta, talvez suas últimas palavras. Sorrisos e lágrimas foram aparecendo ao longo do tempo em que escrevia. Palavras perfeitas, sentimentos verdadeiros. Gemidos de dores se escutava vindo de seu quarto, dores que ele não estava aguentando mais, dores que estavam acabando com ele pouco a pouco.
“Oi, acabei de sair do banho. Primeiramente queria te dizer que você foi a razão do meu viver durante esses 10 anos. Fracos são aqueles que não luta pela sua razão de viver, eu posso dizer que fui forte, forte por ter corrido atrás, ter feito de tudo para lhe ter, mesmo que eu soubesse que seria por um curto prazo.”
Se levanta da cadeira, deixa o papel de folha esbranquiçado em cima da escrivaninha marrom com sua caneta de tinta preta.
No caminho até a cozinha, ele sente uma forte dor em seu peito, talvez seja seus verdadeiros últimos minutos de vida. Toma sua água, enquanto o café está sendo passado na cafeteira. Aquele aroma tão bom, uma torrada com manteiga, é seu café da tarde. Retorna para seu quarto, se senta.
“Estava tomando um bom café da tarde, como sempre aquele pó que você compra é muito bom, além de ter um aroma especial. Não quero que você se sinta só, não fique chorando e muito menos para de viver sua vida. Seja forte, acredite sempre em Deus, cuide bem da nossa filha que você está trazendo no seu ventre. Ame ela, e ao passar do tempo lhe diga que o seu pai o amava muito, mesmo que ele não tenha o visto nascer. Compartilhe momentos alegres, eu sempre vou estar do lado de vocês. Amo tanto vocês.”
Os barulhos que antes estavam em frente sua casa, não havia mais. Pássaros cantavam, na verdade era os assobios do canário que repousava na árvore em frente. O céu já estava no aspecto crepúsculo, o vento soprava frio.
“Quando eu descobri a minha doença, fiquei muito mal. Chorei tanto, na verdade, você lembra disso tudo não é mesmo? Estou sentindo meus pulsos fracos, minha cabeça está latejando, uma dor insuportável. Acredito que quando você chegar, eu não estarei como sempre sentado no sofá da sala assistindo televisão.”
Fraco e trêmulo, ele se encontrava perto da pior situação de um ser humano, a morte. O céu se encontrava escuro, a lâmpada da sua casa clareava o ambiente. O seu câncer de pulmão já não estava lhe perdoando mais, a dor não passava, ele sabia que o seu tempo de vida se esgotava a cada segundo. Senta-se para terminar sua carta.
“Rose, eu tive a vida que qualquer homem gostaria de ter, eu tive a mulher mais linda, os amigos mais verdadeiros e família mais incrível. Agradeço por todos terem feito parte dessa minha linda vida. Eu te amo e amo tanto a nossa filha que ainda vai nascer, Eduarda.”
Silêncio.
“Seja forte.”
Lágrimas não tinham mais fim, suas mãos frias, lábios brancos, deita-se em sua cama. Em alguns minutos ele morrerá.
Esse texto foi escrito pelo Fernando e vocês podem ver mais textos dele no Tumblr Sonho de um Garoto, e entrar em contato com ele pelo seu twitter @feepond.

Na Tela: Garota Mimada

Em uma brincadeira com seus amigos, Poppy Moore (Emma Roberts) estraga todos os pertences da namorada de seu pai (Aidan Quinn). Quando seu pai chega, ele diz que vai mandá-la para um inter na Inglaterra. Chegando na escola Abbey Mount, Poppy conhece a diretora, a Sra. Kingsley (Natasha Richardson), a vilã Harriet Bentley (Georgia King) e sua companheira de quarto Kate (Kimberley Nixon). Poppy se torna infeliz com sua nova vida, pois não consegue fazer amigos e nem se encaixar. Poppy resolve tentar ser expulsa da escola e suas companheiras de quarto a ajudam. Apesar de tudo o que aprontam, Poppy não é expulsa. Então, elas resolvem fazer algo mais grave: seduzir Freddie (Alex Pettyfer), filho da diretora e grande paixão de Harriet. Após várias reviravoltas, Poppy se apaixona por Freddie e é correspondida. Harriet fica com inveja e arma um plano: quando Poppy esqueceu o seu e-mail aberto nas salas de computadores, Harriet manda e-mails no nome de Poppy para Freddie e suas companheiras de quarto. Nos e-mails, Harriet que finge ser Poppy, os xinga e humilha. Revoltados, eles deixam Poppy de lado que acaba sendo acusada de por fogo na escola.
 Essa capa do DVD deve ter feito esse filme perder muitas vendas, é serio... essa capa é horrível e faz parecer um filme infantil, o que não é... ele é um filme de comedia romântica para garotas - adolescentes. Eu achei legal ele desde que vi a sua chamada pela primeira vez na TV, mas só me interessei mesmo depois de saber que todos aqueles Gifs fofos do Alex Pettyfer que eu via no Tumblr era desse filme, ai pronto fiquei louca até conseguir ver ele hoje, e cá estou fazendo uma "critica".
Poppy é uma garota mimada que foi jogada pelo seu pai em um colégio interno inglês só para garotas  para ver se consegue aprender algo lá, mas ela, que já não gostava nada da ideia de ir para lá, começa a fazer de tudo pra ser expulsa de lá, já que nem amigas conseguiu fazer por ninguém gostar do seu jeito mimado.
Apesar de todos os seus esforços, sozinha ela não conseguiu ser expulsa de lá, até que em um momento quando ela é legal com sua colega de quarto a sua colega de quarto é legal com ela e resolve ajuda-la a ser expulsa e também consegue a ajuda das suas outras colegas de quarto. Junto as cinco - sim, são cinco garotas dormindo em um quarto só - fazem de tudo para ela ser expulsa, desde colocar tinta na piscina a ridicularizar professores, mas nada dá certo, então elas resolvem pegar mais pesado, usando o ponto fraco da diretora, o seu filho... Então Poppy terá de seduzir o filho da diretora, Freddie.
Para isso as garotas vão as compras em um brecho - só tinha aquilo ali pra elas comprarem -, mas como segundo a própria Poppy aquelas roupas precisam de um jeito, então elas puxam de lá, rasgam de cá, enrolam, e no fim as roupas ficaram perfeitas para o trabalho. Depois disso, elas vão ao salão de beleza, e lá  cabeleireiro convence Poppy a deixar seu cabelo voltar ao natural, então ele tira os apliques e o pinta de novo da cor natural. No final ela está com o cabelo menor e castanho.

De volta a escola, enquanto sua inimiga Harriet está com um vestido de Orgulho e Preconceito para tentar conseguir Freddie para ela, as garotas chegam com vestidos curtos e bem colados. Poppy, ignorando totalmente Harriet que está na frente de Freddie, vai até ele e o puxa para dançar, e ele vai bem feliz claro. A musica era calma e os dois dançavam juntinhos até Harriet resolveu mudar isso e colocar um hip-hop - eu acho que era um hip-hop pelo menos -, mas imagina se isso seria um problema para ela... ela larga ele e dá um verdadeiro show no meio da pista. Após o show ela acaba tropeçando e caindo no chão, nisso Freddie vai ajuda-la e a leva para tomar um ar...
Ok, agora eu aposto que deixei vocês com vontade de saber mais, não? Pois é, era essa a minha intenção. O filme é muito fofo e vale totalmente a pena vê-lo. Totalmente recomendado para todas as garotas que gostem de comédia romântica.

Frase do Dia

Frase do dia 30 de Setembro de 2012

Sr. Darcy : Por que fez essa pergunta ?
Ms.Elizabeth: Para analisar o seu carater
Sr. Darcy : E o que descobriu ?
Ms.Elizabeth: Muito pouco.As várias versoes que ouvi a seu respeito me intrigaram.
Sr. Darcy : Espero esclarece-las melhor no futuro...
- Orgulho & Preconceito

sábado, 29 de setembro de 2012

Entre aspas: Coração Vermelho

Uma menina estava sozinha em casa a noite, seus pais tinham viajado e chegariam cedo no dia seguinte, ela estava amedrontada, não gostava de estar sozinha em uma casa tão grande e escura, então resolveu ligar a TV, era o noticiário, para piorar sua situação a noticia era de um procurado da policia que havia fugido da cadeia no bairro vizinho ao que ela morava, e antes de sair o fugitivo alto, barbado e com a tatuagem de um coração vermelho em seu pé, havia escrito palavras de terror na parede da cela, avisando q mataria mais pessoas pelo que ele passou na cadeia, para mostrar que toda aquela pressão na qual ele foi submetido na cadeia, não mudava nada. Desesperada a menina desligou a TV e afundou na escuridão de seu quarto, tentou relaxar, fazia de tudo para tirar aquele pensamento de que o assassino poderia esta em sua rua no momento, então colocou o travesseiro entre as pernas como de costume, e cobriu todo o seu corpo, fechou os olhos e tentou dormir, foi quando ela ouviu um barulho da sala antes de seu quarto, entrou em pânico, e ligou a TV novamente, e após ligar ouviu outro barulho, de algo caindo na sala, como se alguém tivesse se assustado. Mas como? Ela estava sozinha! Quem estava lá? O que? Eram 3 da madrugada, seus pais não iriam ter chegado, ela começou a gelar, não sabia o que fazer, ouviu passos se aproximando, seu coração estava acelerado, ela começou a tremer, vontade de chorar, tinha que ser coisa da cabeça dela, mas então os passos aumentaram, e foram chegando mais perto, ela ficou em choque, e correu para debaixo da cama, e ficou lá prendendo o choro de pânico, sua veia pulsando de medo, uma pessoa entrou no quarto dela, e foi se aproximando, ela olhou por debaixo da cama, e só conseguia ver uma mancha vermelha, em um pé masculino. Era uma Tatuagem de Coração.
Ela prendeu a respiração, não sabia o que fazer!
E então o silêncio.
O homem parou com os pés bem perto dela, ao lado da cama e foi abaixando, até que ele estava agachado para olhar em baixo da cama, como seus olhos bem abertos encarando a menina que em panico gritou.
O grito foi ficando estranho, ficando mais perto… E ela abriu os olhos, assustada com o próprio grito, e com o travesseiro entre as pernas, coberta até a cabeça.
Esse conto de terror foi retirado do Tumblr Immortality is my dear, mas é antigo e não se sabe quem escreveu.

Resenha: Passion - Lauren Kate

Atenção: Spoilers sobre os enredos de Fallen e Tormenta
Antes que Luce e Daniel se conhecessem na Sword & Cross e tivessem lutado contra Imortais e Párias, eles viveram muitas vidas. O amor de Luce por Daniel é mais forte do que tudo, exceto, talvez, pela necessidade de saber mais sobre a história dos dois e as razões por trás da maldição que atormenta suas vidas. Levada por um impulso irracional, Luce se arrisca ao mergulhar em um Anunciador e começa a atravessar os séculos. Ao encontrar versões passadas de si mesma e de Daniel, vai recolhendo pistas que podem ajudá-la a compreender seu destino.
Esse foi o livro mais fácil de ler da série até agora, não que Lauren tenha mudado seu jeito de escrever, bem pelo contrario... ela continua priorizando o numero de páginas ao interesse dos leitores.
No final de Tormenta, Luce resolve entrar em um anunciador para viajar por suas vidas passadas e descobrir melhor sobre sua história com Daniel. Nesse livro já começamos com Lucinda através dos anunciadores e chegando em sua vida em 1942, bem no meio da Segunda Guerra mundial, para ser mais exata, bem no meio da Batalha de Stalingrado. Esse eu de Luce, era Russo e chamava Luschka - tem cada nome kk - após ver o suficiente daquela vida, como ela morrendo, Daniel sofrendo e Cam feliz com a desgraça de Daniel, ela resolve pegar um anunciador para ir para outra vida. Na outra vida que ela para - sim, ela pega vidas aleatoriamente, por isso preste atenção na data dada - ela esta na Italia, no meio de uma das batalhas contra a Italia na Primeira Guerra mundial, ela se disfarça de enfermeira, tenta cuidar de soldados feridos em uma ambulância a caminho do hospital, e quando chega lá conhecer o seu "eu" daquela época, Lucia, uma garota de 13 anos que havia perdido o pai e o irmão e trabalhava como enfermeira no hospital. Ok, após sair dessa vida - será que é daí esse ditado? - ela encontra Bill em um dos anunciadores e ele promete ajuda-la na sua tur-do-amor. Primeiro ela fica desconfiada, depois acaba começando a confiar nele e continua sua jornada ao seu lado - eu nunca confiei nele.
Enquanto Luce faz o seu caminho, Daniel sai desesperado atrás dela, seguindo os seus anunciadores, passando pelas vidas que ela acabara de passar só para tentar acha-la. E ele não é o único, Miles e Shelby também foram atrás dela, mas eles acabaram mais atrapalhando do que ajudando. Cam só aparece nas vidas passadas, como seus "eus" anteriores, Ariane, Molly, Gabbe e os outros (que eu não lembro o nome) também só aparecem assim.
Nesse livro Lauren continua escrevendo do mesmo jeito, mas não fica tão chato porque são no máximo dois capitulos por cada história, então não tem como se cansar tanto delas. O cansa nesse livro é a quantidade de histórias, porque sinceramente parece aquelas redações de 5 série quando a professora dá um limite minimo de linhas e você não tem o que escrever nelas, então você fica "eu chutaria, chutaria, chutaria, chutaria, chutaria..." e assim até completar o minimo de linhas. Lauren foi colocando histórias e mais histórias deles até completar o numero de páginas que ela queria.
A capa é maravilhosa, mas eu ainda acho ela a mais feiinha da série, prefiro a foto original da capa, porque pra mim - fã das imagens de Fernanda Brussi - capas ou imagens coloridas, muito vivas e tal não combinam com a série. A original ta aqui no canto direito do texto (clique para ampliar).
Indico essa livro para todos que são românticos e gostam de uma história de amor que ultrapassa os séculos.
Ficha Tecnica:

Autora: Lauren Kate
País: EUA
Idioma: Inglês (original e lido)
Gênero: Ficção, Anjos, Young-adult
Editora: Random House (EUA)/ Record (Brasil)
Data de Publicação: Setembro de 2011
Páginas: 432
Avaliação:
Beijos; Kah.

Resenha: Tormenta - Lauren Kate

 Enquanto Daniel está caçando os anjos que querem matar Luce, ela começa a aprender a utilizar as sombras como janelas para suas vidas passadas em Shorelina, sua nova escola. Lá estão alunos com talentos únicos: nefilins, filhos ou descendentes de relacionamentos entre anjos e mortais... Logo Luce está certa de que Daniel está escondendo um segredo mortal, e começa a questionar as consequências desse amor proibido.
O nome deste livro já diz tudo, ele é uma tormenta.
Assim que terminei Fallen peguei ele para ler, e eu realmente tinha a esperança de que ele fosse melhor que o primeiro, que ele compensasse o primeiro , mas que nada... foi pior, e quase me matou de tédio. Nesse livro sinto muito, mas realmente nada se aproveitou, nem os acontecimentos...ok, eles podem ter sido legaizinhos.
O livro começa com Luce em um avião a caminho da Califórnia (Califórnia?), e assim que chega ao aeroporto é recebida por Daniel com abraços e beijos. Ele a coloca no carro dos sonhos dela e a deixa na Shorelina, uma escola especial para Nephilins e mais sei lá o que. Logo no primeiro dia conhece Shelby, que não vai com a cara dela porque tinha uma queda por Daniel no passado, mas ele não deu a minima bola pra ela porque ama a Luce e também porque diz que as pessoas fazer por merecer entrar na Shorelina e ela simplesmente teve um namorado influente - dor-de-cotovelo. Também acaba por conhecer Miles, que se torna um grande amigo para ela, mas depois ele se apaixona por ela... e só. Ah, os nomes dos capítulos do livro são uma contagm regressiva para o Dia de ação de Graças, para saber porque tem que ler o livro e tentar entender.
Nesse livro eu pensei que teria mais de Luce e Daniel, mais do casal, mais deles juntos. Mas nem os dois juntos tivemos, e pelo tempo que tivemos foi pouco, já que Daniel quase não aparece, somente quando dá umas escapadinhas para ver a Luce. Cam é outro que quase não aparece, se não me engano ele só aparece em 3 situações nesse livro - desperdício. E nós temos dois personagens novos, Shelby e Miles, ambos Nephilins que estudam em Shorelina. A primeira, Shelby, é a colega de quarto de Luce, no incio odiava ela por pura dor-de-cotovelo do Daniel, mas depois viraram amigas. Miles era um colega que se tornou um grande amigo e depois ele acabou querendo mais de Luce. E quanto ao resto dos Anjos caídos, só vemos eles no final, no dia de ação de Graças. Quase esqueci de Luce, ela continua igual, a mesma chata que só faz burrice na espeça de fazer algo certo.
O modo como Lauren escreve continua o mesmo, mas nesse nem os acontecimentos que acontecem após um século não consegue superar o jeito que elas no matou de tédio.
A capa do livro continua linda - claro, né? Nas mãos de uma brasileira! -, mas não sei se a primeira ou essa é mais bonita. A original dessa foto eu achei antes de ver a capa desse livro, e é meio sádica. Ainda bem que cortaram a capa daquele jeito. O portfólio dela você pode conferir aqui e a original aqui do lado (clique para ampliar).
Indico esse livro para quem acompanha a série, ou quem leu o primeiro e gostou, porque só assim você irá gostar desse livro, porque sinceramente, ele é uma Tormenta.
Ficha Tecnica:
Autora: Lauren Kate
País: EUA
Idioma: Inglês (original)/Portugues (lido)
Gênero: Ficção, Anjos, Young-adult
Editora: Random House (EUA)/ Record (Brasil)
Data de Publicação: Janeiro de 2011
Páginas: 464
 Avaliação:
Beijos; Kah.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Resenha: Fallen - Lauren Kate

Algo parece estranhamente familiar em relação a Daniel Grigori. Solitário e enigmático, ele chama a atenção de Luce logo no seu primeiro dia de aula no reformatório. A mudança de escola foi difícil para a jovem, mas encontrar Daniel parece aliviar o peso das sombras que atormentam seu passado: um incêndio misterioso - que provocou a morte de seu namorado - levou Luce até ali. Irremediavelmente atraída por Daniel, ela quer descobrir qual é o segredo que ele precisa tanto esconder— uma verdade que poderia matá-la. Algo que, em suas vidas passadas, Daniel não conseguiu evitar. Excitante, sombrio e romântico Fallen é, ao mesmo tempo, um thriller vigoroso e uma inesquecível história de amor.
Essa capa é linda! Eu realmente acho que só me animei com o livro por causa dela, e por causa da minha amiga que achou que ele seria fantástico, mas isso não vem ao caso.
A primeira vez que li a Sinopse ou ouvi falar em Fallen eu não dei a minima bola e ignorei o assunto, porque eu já tinha lido Sussurro e pensava que seria como os vampiros pra mim, só uma saga presta. Mas de tanto ouvir falar resolvi ler, e como uma romântica incurável virei fã da história de amor entre Luce e Daniel e só por isso continuei lendo a série, porque sinto muito Lauren, mas você não sabe conduzir uma história! Só de pensar no jeito que seria a escrita do próximo livro eu desanimava... O grande problema desse livro não é a história, nem o enredo, nem os acontecimentos, nem mesmo jeito como a autora escreve, mas sim como ele é conduzido.
No inicio do livro somos apresentados a Lucinda Prince - ou só Luce -, uma garota que encherga sobras desde pequena, e sempre que essas sobras aparecem algo ruim acontece, e da ultima vez que elas apareceram foi na biblioteca de Dover - sua antiga escola - enquanto dava seu primeiro beijo com Travis, momentos antes de todo o lugar pegar fogo. Ela consegue fugir, mas infelizmente Travis não e acaba por morrer em meio as chamas, o que a levou a um julgamento sobre a morte dele, e como ela não se lembrou de detalhes suficientes por causa das sobras, fora considerada culpada e como sentença foi obrigada a ir para a Escola Reformatória de Sword & Cross. Assim que chega lá vê que o lugar é horrível e totalmente cinza e assombroso, contando até com um cemitério próprio! Antes de começar a aula, ela vê Daniel Grigori pela "primeira" vez, no primeiro instante um sorri para o outro, mas depois Daniel resolve dar o dedo para ela, mas não importou mesmo assim ela sentia como se já conhecesse ele antes e apesar da raiva queria saber mais sobre ele, já que mesmo sem assumir estava completamente apaixonada.
Bem, esse ai é o inicio... nós somos apresentados a isso no inicio, o que nos deixa completamente euforicos, mas ai passam-se 50 paginas e nada novo, 80 e nada novo, até que 100 tem algo... aí você se anima, mas só depois de mais 100 paginas, quando você ta quase desistindo, acontece algo, aí você pensa que vai acontecer as coisas, mas nada e quando você ta quase desistindo de novo acontece outra, você continua lendo e quando ta quase no final do livro acontece TUDO... Tudo de uma vez só!
Lauren Kate escreve bem, sabe muito bem como narrar algo, tem uma criatividade excelente, mas não sabe conduzir um livro... Tudo é bom nesse livro, tudo o que acontece, menos a forma como foi conduzido. Ai alguns dizem "mas é que o amor deles tinha que se desenvolver"... ok, mas custava desenvolver mais rápido, tipo na pagina 100 eles já terem se beijado ou estarem se beijando? "mas ai o que ia fazer nas outras 306 páginas?" É simples, elas não precisavam existir... Só existem porque o livro é lerdo de mais.
A história de Luce e Daniel é muito linda, fofa e romântica. Daniel era um anjo, que na hora de decidir de qual lado ficaria perante o trono, se no de Lucifer ou de Deus, ele escolheu ficar ao lado do amor, do seu amor por Lucinda, o que fez ter uma maldição sobre o amor deles: Assim que Lucinda chegasse perto da verdade sobre o amor dos dois iria morrer queimada, e voltaria após 17 anos para Daniel, que a encontraria com 17 anos. E é isso desde a queda, e Daniel já não aguenta mais tê-la para depois perde-la, tanto que agora ele tenta se afastar dela e foge dela em Sword & Cross para tentar mante-la viva. Nessa história temos um Bad-boy chamado Cam que está do lado de Lucifer, e está tentado ficar com Lucinda somente para machucar Daniel - a maioria das garotas que leem esse livro preferiam ficar com o Cam, só um comentário. Luce é um caso muito comum das mocinhas que são estilo Bella Swan na literatura... Chata pra caramba que todo mundo acha algo especial que o leitor não vê, a não ser a aparência: Pele branca, cabelos negros antes longos agora curtos, mas cacheados na ponta, e ao que me lembro olhos azuis.
A capa é maravilhosa e foi feita por uma designer brasileira chamada Fernanda Brussi, que tem seu portfólio virtual acessível a vocês somente clicando aqui. Você escolhe a categoria e vê as obras primas dela, até os originais das capas de toda a série.
Esse livro tem um enredo incrível, mas uma leitura tediante. Indico para as pessoas que não se cansam fácil e  que quando começam algo vão até o fim.
Ficha Tecnica:
Autor: Lauren Kate
País: EUA
Idioma: Inglês (EUA)Português (lido)
Genero: Ficção, Anjos, Young-adult
Editora: Record
Data de Publicação: Agosto de 2010
Páginas: 406
A serie já teve seus direitos comprados pela Disney e está para virar filme a qualquer momento. Já teve até nomes como Lucy Hale e Kaya Scodelario para Luce, mas por enquanto nada foi decidido e o lançamento que estava previsto pra 2012 agora esta previsto para 2013.
Quanto a esse filme ele pode tanto deixar a historia perfeita e tirar o ponto que Lauren deixou a desejar ou estragar tudo de vez.
Avaliação:

Beijos; Kah.

Resenhas em Serie: Serie Fallen por Lauren Kate

Oi gente, estou lendo Rapture, o quarto e ultimo livro da série Fallen, e já pensando em como será a resenha que farei para vocês assim que terminar. E foi ai, bem nesse momento, que me lembrei que não escrevi a resenha de nenhum dos outros livros da série para vocês, e por isso é que eu tive a ideia de fazer esse Resenhas em série para vocês. Eu irei resenhar os livros Fallen, Tormenta e Paixão um atrás do outro aqui no blog, mesmo já tendo lido eles a mais de um século, e no final postarei a resenha de Rapture assim que terminar o livro.
Quanto a terminar o livro, por favor não se preocupem se eu demorar a postar a resenha, porque eu juro que não será porque eu esqueci de vocês e sim porque esse livro deve mesmo ser demorado para eu ler já que a leitura terá que ser em inglês e ainda tenho 12 provas enormes essa semana, então se eu conseguir terminar no sábado e postar a resenha domingo já será uma conquista.
Beijos; Kah.

domingo, 23 de setembro de 2012

Resenha: Os 13 porquês - Jay Asher


Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra na porta de casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker - uma colega de classe e antiga paquera -, que cometeu suicídio duas semanas atrás. Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar. Clay é um desses motivos. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.

Uma palavra, três letras e um sinal de pontuação: Uau! É assim que descrevo esse livro.
Descobri esse livro por uma matéria que dizia que Selena Gomez iria fazê-lo, achei o nome legal fui ver do que se tratava e achei muito bom o enredo, mas não tive nem vontade de ler, nem me animei o minimo, até que após ver inúmeras resenhas tomei coragem para ler.
Esse livro é extremamente intenso. Quando Clay chega em casa ele vê uma caixa na frente da porta, leva até sei lá onde - não me lembro, sorry kk - e corta a fita. Ao abrir vê 7 fitas, com números nos dois lados delas marcando uma sequencia, um e dois na 1ª, três e quatro na 2ª, e assim por diante até a sétima onde só há o número treze em um dos lados. Quando ele coloca a primeira fita no player descobre que é de Hannah Backer, a garota que ele gostava e havia se suicidado a algumas semanas, e nessa mesma fita dizia que aquelas 13 eram sobre os motivos que a levaram a se matar e cada um dos lados eram para alguém, e esse alguém havia lhe dado um motivo e se você recebeu as fitar é porque o seu nome faz parte da lista, e assim  que terminar de ouvi-la deve passar pra pessoa que vez após você, se não um segundo conjunto de fitas vai vazar e algumas pessoas passariam mico, enquanto outras seriam até presas.
Quando ele ouve a primeira é leve, a segunda ainda leve, mas a cada lado e fita que ele troca vai ficando mais pesado e mais você vai querendo matar as pessoas que fazem parte daquela lista, quando chegou na penúltima eu realmente tive que largar o livro porque eu queria vomitar, estava com raiva e queria mata-lo, a única utra vez que senti isso foi quando abusaram a irmãzinha da Katherine em Bela Maldade, mas aqui conseguiu ser um pouco pior. Na lista temos o primeiro beijo dela, um ex-amigo, uma ex-amiga que agrediu ela na lanchonete por causa do ex-amigo - sem ela ter feito nada -, o professor, um encontro horrível, um cara que roubava seus poemas, um cara que tirou tudo que poderia lhe dar esperança no momento que precisava, uma líder de torcida que acabou fazendo ela ficar com a culpa da morte de alguém em suas costas, um cara nojento, do qual eu sinto ódio até agora , que a estuprou quando ela já estava no auge da crise, e o Clay, a sua alma gêmea, e a única pessoa que poderia te-la salvado.
Eu realmente acho que a pior coisa nessa história é começar a ler sabendo que nela não haverá final feliz, que não pode haver final feliz e a garota que está falando o que aconteceu com ela está morta sem um final feliz e não importa o que aconteça no livro, isso não vai mudar.
Quando estragam uma parte da vida de uma pessoa,não estão estragando apenas aquela parte. Infelizmente, não da para ser tão preciso ou seletivo. Quando você estraga parte da vida de alguém,você estraga a vida toda dessa pessoa.
Tudo... é afetado.
Essa foi uma das partes que mais me marcou nesse livro. Depois de lê-lo eu sei que eu não vou mais tratar as pessoas com descaso, e mesmo de brincadeira vou pensar umas mil vezes antes de fazer algo que possa afeta-la em qualquer coisa em sua vida. Eu já não fazia isso, mas agora vou ser mais cuidadosa ainda.
Esse livro fala sobre o Bullying, só que um Bullying que nem você mesmo sabe que esta fazendo... fala sobre algo que pode causar um bola de neve que mais tarde vai esmagar alguém. Quando um cara sai com uma garota e depois ele quer se achar ele conta pros amigos um monte de mentirar sobre o que aconteceu, mas quando ele faz isso ele pensa que vai falar pros amigos eles vão achar ele o - desculpem a palavra - fodão, talvez olhem pra ela como uma vadia, só isso... sem passar daí. Mas ele não pensa que esses amigos vão falar pra outros caras, o boato vai se espalhar e daqui a pouco todo mundo vai estar sabendo, tratando ela como uma vadia, tomando certas liberdades por acharem que ela é uma vadia, se afastando dela por acharem o mesmo, até por acharem que ela é uma vadia destruam uma parte de vida dela enquanto a outra que ela tinha já estava ruída e pra ela já não tenha mais nada além da morte.
Sobre a capa... Essa que está ao lado da Sinopse lá em cima é a cama Estadunidense, coloquei ela porque acho ela LINDA. A brasileira está aqui a lado, ela é uma fita com o número 13, tem mais a ver, mas preferi colocar a outra porque nela esta expressa toda a melancolia do livro.
O escrito é maravilhoso e eu achei realmente brilhando o modo como ele conseguiu mesclar as narrações e conduzir o livro, não consigo imaginar alguém que poderia ter feito melhor algo tão triste. Nem Nicholas Sparks.
Quando eu comecei a escrever essa resenha disse que ele era intenso e Uau!... e ele realmente é, mas pela a sua história que não há como ignorar. Ele não é um dos meus livros favoritos, mas é um dos melhores que já li! Indico para todo mundo, mas aviso: Você tem que ter maturidade, se não vai achar o livro uma merda porque na realidade você é uma merda.
Ficha Tecnica:
Autor: Jay Asher
País: Estados Unidos
Idioma: Inglês (original)/Portugues (lido)
Genero: Ficção, Young-Adult,
Editora: Atica
Data de Publicação: 2007 (EUA)
Páginas: 288
A primeira coisa que eu soube sobre esse livro é que ele seria um filme, e o filme ta na maior enrolação para sair e não faço a menor ideia de como vão conseguir adaptar o roteiro, mas parece que a única coisa certa é que Selena Gomez será a Hannah. Me desculpem todos os fãs e admiradores do trabalho dela, mas depois que li o livro eu realmente acho que a Selena não conseguirá entrar no papel que Os 13 porquês exigem dela... Durante todo o livro eu tentei imaginar ela como Hannah, fazendo as caras e bocas da Hannah, falando no gravador como a Hannah, mas não dava, não combinada com ela... e nem ela com o perfil da personagem. Desculpe Selena, eu realmente te acho uma boa atriz, mas também acho que esse papel não se encaixa em você e ficaria melhor nas mãos de Ashley Benson ou Emma Watson.
Avaliação:

Beijos; Kah

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Top 5: Planos para quando Spencer descobrir sobre Toby

Depois do último episodio da temporada de verão de PLL, que foi um turbilhão de emoções para os fãs do casal Spoby, e para o casal, Spencer e Toby. No episodio vemos Toby voltando para Rosewood e encontrando, que após dar um romântico beijo nela, eles finalmente têm a sua primeira vez juntos em uma cena romântica e linda! Mas como nem tudo são flores, muito menos para essas meninas, no final do episodio quando -A se vira é revelado o Traidor... Toby.
Eu estou me perguntando até agora como o meu casal favorito pode ser falso, como ele poderia estar enganando a Spencer, pensei até na teoria de que ele entrou no Team A só para descobrir as respostas e ajudar as meninas, mas a escritora disse para não contarmos muito com isso... A verdade ninguém sabe, só Malerne King, a mesma que nos revelou em seu Twitter que uma Liar irá descobrir sobre essa traição no episodio 3x16 - Misery Loves Company e ficará chocada, então criei algumas 5 ideias para se essa Liar for a Spencer:

  1. Fingir que nada aconteceu: Ao descobrir que Toby é -A, Spencer poderia simplesmente fingir que nada aconteceu, manter as aparências na frente dele, enquanto pela as suas costas procurava provas, e armava um plano incrível para desmascara-lo, e talvez até prende-lo junto com quem sabe de brinde, Mona.
  2. Pegar o celular: Nós sabemos que uma das armas mais poderosas de -A é o seu celular, de onde envia SMS's ameaçando as garotas e agora faz até ligações... Quem sabe se pegar o celular consegue descobrir o plano, Spencer é inteligente, e acabar com o Team -A?
  3. Vigiar os seus passos: As garotas poderiam se revisar na vigia de Toby e sempre ter uma atrás dele, até ele se encontrar com os membros do Team A, assim as garotas saberiam todos os membros e acabariam com eles.
  4. Querer entrar para o Team A: No final da segunda temporada Mona queria que Spencer entrasse para o Team A, se não iria mata-la... E se isso fosse algo que Toby pediu? Ao descobrir que Toby faz parte desse time, Spencer poderia tentar ver qual é a do do Toby mesmo dizendo que quer entrar. Pelo menos se ele ficasse feliz saberíamos se ele realmente ama ela ou não.
  5. Ser clássica: Essa é a mais simples, a que menos gosto, mas é a que tem mais possibilidades de acontecer. Quando descobrir que Toby faz parte de -A, ela poderia ficar com raiva, ir ao seu encontro e terminar tudo com ele - essa ideia não veio porque o episodio 3x18 se chama Dead to me -... mas claro depois caindo inconsolavelmente no choro, a ponto de encharcar todo o seu travesseiro. Depois de um ou dois episódios, se interessar por um outro cara ( Andrew Campbell? Quem leu os livros sabe de quem falo, e esse alguém aparecerá no 3x15) e começar uma ralação deixando Toby no passado.
Eu realmente quero que o que que aconteça passe rápido e Spencer realmente perdoe Toby, já que eu sou um Team Spoby declarada! Querem Spoilers sobre o casal? Fiquem de olho no Twitter da escritora... porque ela ama fala-los...
Beijos; kAh .

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Ultimo episodio da temporada de verão de PLL

Com o início do julgamento de Garrett pelo assassinato de Maya, a cidade de Rosewood vira um espetáculo. Emily não sabe o que fazer quando a atenção da comunicação social se foca nela. “A” vê nisso a oportunidade perfeita e tira vantagem da situação e envia Aria, Emily, Hanna e Spencer para um caminho de possível tréguas. Mas a oferta de paz da parte de -A é real ou apenas levará a um fim tenebroso?Entretanto, Aria, Emily, Hanna e Spencer são traídas por alguém bem próximo delas que revela pertencer à equipa de -A.
A foto e a sinopse a cima são do episodio The Lady Killer de Pretty Little Liars que dá fim a temporada de verão da série. Nesse episodio as garotas serão traídas por alguém muito próximo a elas, por isso o apelido "The Betrayal". E não é só isso que ira acontecer nesse episodio, não... Quem acompanha sabe que Tobby saiu da cidade, e não deu mais as caras faz alguns episódios, mas agora ele irá voltar e se acertará com a Spencer (segundo a escritora esse episodio será memorável para o casal); será finalmente descoberto o verdadeiro assassino da Maya (façam suas apostas, porque eu já tenho a minha); pelo promo dá para ver que Mona irá fugir do hospício pela porta da frente (a la Carminha kkk); e haverá uma morte que pelas fotos deixará Hannah arrasada!
O episodio será lançado hoje às 21h (horário de Brasilia). Confira a seguir as previas.
Canadense:


Estadunidense:


Beijos, Kah.

domingo, 26 de agosto de 2012

Facebook: Moda do Batom Vermelho

Batom vermelho existe desde sempre e nunca saiu de moda, fica bem em toda mulher, mas tem que saber usar se não fica vulgar. Hoje em dia na maioria dos perfils que você entra no Facebook a foto é com batom vermelho, parece que isso realmente virou moda, e eu realmente acho isso legal principalmente quando você é bem branquinha (eu kkk) e passa um batom vermelho... dá um contraste incrível.
Veja a seguir o tom ideal para cada tipo de pele e arrase nos makes, e na foto de perfil do seu Facebook.

Brancas


Para as brancas todos os tons vermelhos são liberados, desde que se saiba usar pois alguns podem se tornar vulgares devido a pele ser muito clara. Tome cuidado com o tom Vinho, mas se divirta e abuse a vontade do vermelho vibrante, cereja e rosado.

Morenas

Tanto para morenas claras, como Vanessa Hudgens (foto acima), quanto para morenas escuras, como Zoey  Saldana (veja foto aqui), é a mesma dica: Pode usar quase todos os tons a vontade, só deve evitar os claríssimos, mas abuse e fique maravilhosa com os tons vermelho alaranjado, framboesa e tomate.

Negras

Para as morenas os vermelhos mais fechados, como bordo, vinho e telha, ficam perfeitos. E aposte também nos tons metalizados que ficam lindos em pele escuras. Não recomendo nenhum pouco os tons vivos, vibrantes e abertos.
Atenção: Cuidado ao usar o batom vermelho, ele é uma arma de sedução que pode vaicia-la pelo poder que lhe dá sobre os homens! kk
Beijos com marquinha de batom vermelho, Kah.

Livros ao longo do ano...

Como eu já disse, li muito pouco nesse ano, mas ainda sim eu li alguns livros e resolvi fazer um resumo de uma resenha sobre eles, já que uma de verdade eu não fiz.

Despertar (Wake #1)

Para Janie, uma garota de 17 anos, ser sugada para dentro dos sonhos de outras pessoas está se tornando normal. Janie não pode contar a ninguém sobre o que acontece com ela - eles nunca acreditariam, ou pior, achariam que é uma aberração. Então, ela vive no limite, amaldiçoada com uma habilidade que não quer e não pode controlar. Mas, de repente, Janie acaba presa dentro de um pesadelo horrível, que lhe causa um imenso terror. Pela primeira vez, ela deixa de ser expectadora e se torna uma participante.
O enredo é ótimo, e a história envolvente, mas o que empobrece esse livro é a autora. Digamos que Lisa tem um jeito impactante de escrever, com frases curtas e objetivas... é bem direto, e legal, mas as vezes não combina. Outro problema da forma que ela escreve é o tempo, ela vai do passado para o presente e volta para o passado, e a única forma de descobrir onde que ela está é lendo a data, e isso pode confundir muitas pessoas, para não dizer a grande maioria. Mas o enredo realmente é muito bom, eu realmente gostei dele, do Cabel, da Jane.
Dou umas 3,5 ou 4 estrelinhas.

Desvanecer (Wake #2)

Para Janie e Cabel a vida real está se tornando mais difícil do que os sonhos. Eles estão tentando (em segredo) passar um tempo juntos, mas ainda não tiveram esta sorte. Coisas perturbadoras estão acontecendo em Fieldridge High, mas ninguém quer falar a respeito. Quando Janie penetra os pesadelos violentos de um colega de classe, o caso finalmente se torna claro, mas nada sai como planejado. A cabeça confusa de Janie e o comportamento chocante de Cabe têm graves consequências para ambos. Pior ainda. Janie Descobre a verdade sobre si mesma e sua habilidade. E é desolador. Realmente desolador. Não só o seu destino está selado, como o que está por vir é muito mais sombrio do que seu pior pesadelo.
Peguei esse livro assim que terminei o anterior, e devorei ele sem pensar duas vezes. Ele é bem menos confuso que o anterior, e bem mais envolvente, tão envolvente que fiquei angustiada pela Jane em boa parte do livros. No final de Despertar (Wake), Jane começa a trabalhar para o Centro de Narcóticos e nesse livro ela ganha sua primeira missão. O Assunto abordado pelo livro é delicado e muito polemico, mas é conduzido com muita destreza pela escritora, que continua com seu jeito objetivo de escrever.
Para esse livro eu dou 4 ou 4,5 estrelinhas.

Desaparecer (Wake #3)

No início Janie acreditava que já sabia o que o futuro lhe reservava e pensou que estava em paz com isto. Mas, o que Janie não suportou, foi ver Cabel afundando com ela. Janie só vê uma maneira de dar a Cabel a vida que ele merece – ela precisa desaparecer. Mas isto pode destruir os dois. Então, um estranho entra em sua vida – e tudo se desfaz. Seu futuro, antes previsto, sofre uma reviravolta trágica e suas escolhas se tornam mais terríveis do que Janie jamais imaginou. Ela só precisa escolher o menor dos dois males. E o tempo está se esgotando.
Acho que não conseguirei falar bem desse livro aqui nem que minha vida dependa disso, porque foi o pior desfecho para uma série que eu já vi em minha vida! A história não foi digna para terminar a série, Jane continua com os problemas, diz que ela e o Cabe juntos é algo incerto que eles vão ficar juntos pelo tempo que ele aguentar... Que diabos é isso? Ok...ok, ela estava tentando fazer isso mais parecido com a realidade, porque na realidade um problema desse não tem solução mesmo, mas isso é um Livro... em um universo onde existe uma garota que entra no sonho das pessoas, merecia um final melhor.
Dou 3 estrelas.

Insaciável  (Insatiable #1)

Cansado de ouvir falar de vampiros? Meena Harper também. Mas seus patrões estão fazendo ela escrever sobre eles de qualquer maneira, mesmo que Meena não acredite neles. Não que Meena não esteja familiarizada com o sobrenatural. Veja, Meena Harper sabe como vamos morrer. Mas nem mesmo o dom da premonição de Meena pode prepará-la para o que vai acontecer quando ela conhece – e comete o erro de se apaixonar - Lucien-Antonescu, um príncipe moderno com um lado sombrio. É um lado negro que muitas pessoas, como uma antiga sociedade de caçadores de vampiros, preferiria vê-lo morto. O problema é que Lucien já está morto. Talvez por isso ele é o primeiro cara que Meena já conheceu com quem ela poderia ter um futuro. Entenda, enquanto Meena sempre foi capaz de ver o futuro de todo mundo, ela nunca foi capaz olhar para o dela própria. E quando Lucien é o que Meena jamais sonhou como namorado, de repente ele pode vir a ser tornar o seu pesadelo. Agora pode ser uma boa hora para Meena começar a aprender a prever seu próprio futuro. . . Se ela ainda tiver um.
 A escritora é Meg Cabot, preciso dizer mais algo sobre o livro? Pra mim não, já compraria só por essa referencia. Ela consegue misturar humor em uma cena cheia de tensão, mas um humor tão suave que nós rimos pela situação vivenciada, e não por qualquer coisa que falem! Eu não consigo explicar Meg Cabot, mas ela é genial. Essa série é baseada no clássico da literatura de terror, Drácula. Eu odeio Drácula, mas esse livro é maravilhoso, bem conduzido, bem montado, bem escrito, boa estória... a única coisa ruim nele é que é uma série, tem uma continuação o que era desnecessário, já que se terminasse nesse livro teria um final aberto incrível!
Eu dou 5 estrelas para esse livro, e bem merecidas.

50 Tons de Cinza (Fifty Shades #1)

Quando Anastasia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja. 
O maior sucesso desse mês nas vendas do Brasil... Devo confessar que só fui ler por causa da publicidade envolta do livro, e de tanto falarem dele... ok, e talvez porque foi baseado em Crepúsculo. Mas me arrependo completamente! O livro é horrível! Eu desisti dele na metade porque me cansei de sempre a mesma coisa sem conteúdo, e o que não era Sexo nele, eram partes da Saga Crepúsculo, desorganizadas e mal aplicadas... Sem comentar que o livro é chato e massante. Eu sinceramente não sei como a Stephanie não processou E. L. James por plágio porque ela simplesmente colocou sadomasoquismo dentro de Twilight. Eu pulei partes, me forcei a continuar lendo, mas não deu eu não aguentei mais as 430 e poucas páginas desse livro, e parei.
Dou 1 estrela, no máximo 1,5 para esse livro.
Aqui  termina as minhas breves resenhas, fui o mais sincera possível.
Beijos; Kah .

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Novidades

Oi, pessoal!
Eu acho que andei sumida por muito tempo, não? Pois é, uma palavra... Aulas! Eu entrei no primeiro ano do ensino médio, e como sempre diziam que todos pegavam recuperação no primeiro bimestre, eu resolvi me esforçar mais do que na 8ª, e muito mais que na 7ª. Mas até agora foi tudo tranquilo, não peguei nenhuma recuperação, sou a melhor da turma... mas acabei esquecendo um pouco da vida, e dos livros porque até os 50 que eu tinha me desafiado como meta do ano ficaram intactos até Junho. e desde então só li 5 livros e estou no meu 6 agora!
Mas essa não é a única novidade, não... Eu consegui deixar minha unha enorme, e tive que cortar porque ela estava me atrapalhando muito e depois de cortar ela quebrou, o que me fez cortar ela menor ainda. E... parece que teremos viagem (sim, com "G" porque é substantivo) no fim do ano para mim, mas eu não vou falar para onde porque não quero estragar a surpresa.
E a quatro dias tenho feito diários em vídeo, mas eles são particulares, ficarão somente no meu PC e com acesso extremamente restrito. E uma outra noticia boa, é que eu só tenho tirado 10 em redação e a professora é mega exigente... sou um máximo! kkk
Até a próxima matéria, bjs... Kah!